quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Sombras

Decepção não é ter um beijo negado
Uma palavra não dita ou esquecida
Não é precisar e simplismente não ter

Decepção é existir e não ser visto
É não ter sombra ao sol da vida
É esquecer de si mesmo

É viver só por viver
Sem tempo se quer de perceber
Que a vida passou sem ser notada


Luciano Fabre

5 comentários:

a calma alma má disse...

Estou impressionada com o que você escreve.

Fabiana disse...

Lu, adoro ler o que você escreve.

beijos

Fabiana disse...

Voltei, tem surpresa pra voce lá no blog.
beijo

AB disse...

Luciano, que bom, hoje te emcontrei de novo no meu blog!

Nós somos da mesma terra, da mesma gente, do mesmo chão "de estrelas".
Somos do mesmo bloco dos poetas que tem prazer em ser.
Ahh, que delicia ! Adorei suas poesias e saber de você.
Será que esse ano vai ao Varal de Poesia?
Vou me pendurar por lá.

Tudo ou nada
Nada ou tudo
Tuda dá certo
Tudo, tudo, tudo de bom desse mundo.

Um beijo
AB - Tem poema no ar

Osc@r Luiz disse...

Ok
Acabei de responder ao seu email, sem ter ligado o nome à pessoa.
Gosto de gente assim, cordial e com senso de humor.
Seja bem vindo, amigo, vou linkar seu blog aos meus.
Grande abraço!