quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Respirar


O querer se torna obsoleto
O respirar simples vaidade
Silencio é tudo que escuto, longe de ti
Não vivo, não vegeto, apenas existo
Preciso reaprender a ser eu
Nova criatura
Mas como ser assim sem você?
Não, não me diga ...
Apenas me ensine novamente a viver
E assim novamente te amar


Luciano Fabre

12 comentários:

M.Cesar disse...

Obrigado pela visita, volte sempre e sinta-se em casa!!

Bem...você ja era você antes da outra pessoa certo? Então apenas seja...

Volatrei sempre aqui!

Tudo ou nada ... disse...

:D M.Cesar - Com certeza voltarei sempre na sua casa, fique a vontade tbm por aki, a casa é nossa. E quanto a eu ser eu, é que as vezes eu me perco pelo caminho dos outros rs.
Mas valeu pela diga.
Abraços

Ludmila Prado disse...

que rico de sentimento, até me arrepio...
amor, amor, ah que saudade dele.

um beijo

Fernanda Perrú disse...

quanto sentimento...

o amor nunca é esquecido ou desaprendido o que pode acontecer é que ele está adormecido.

até rimou...

bjks!

Tudo ou nada ... disse...

;) Ludmila - é o maior e mais poderoso dos sentimentos,sem ele nada somos.
Bjos

:D Fernanda - com certeza Fê o amor nunca acaba ou morre, ele simplesmente adormece por um tempo e revive com muito mais força.
Bjos

Maria Flor disse...

Bem... o meu coração dizia que viria lindas palavras em 2008! Sucesso na vida e muita inspiração!

bjo.

= )!

Flávia disse...

Chegou derramando sentimento em 2008, Lu...

acredito que amor é isso mesmo que vc descreveu. A cartilha onde aprendemos o real significado de viver...

Beijos muitos!

Tudo ou nada ... disse...

:o) Maria Flor - obrigado moça, com certeza 2008 terá novas e emocionantes surpresas agradaveis para nossos corações.
Muito obrigado pelo carinho
Bjos

=D Flavia - É isso mesmo gata, o amor esta no ar rsrs... muitos se apegam a outra pessoa para declamar, e ou, declarar o amor eu já faço isso pelo simples fato de estar vivo.
Gosto muito de vc e ñ abro mão do seu carinho e afeto.
Bjos grande e calorosos

Edu Grabowski disse...

fala poeta
linda poesia! pequena, simples, bonita e de uma intensidade:
"Apenas me ensine novamente a viver
E assim novamente te amar"
gostei muito!
Abraços,
Edu.

Tudo ou nada ... disse...

=D Edu - com certeza vc melhor do q ninguém sabe apreciar uma poesia em seu contexto. Obrigado
Abraços

Paulo Vilmar disse...

Luciano!
Consegues fazer cada palavra dizer muito mais que seu próprio significado! É mais que poesia é arte escrita com letras vermelhas!
Saudades.
Abração e tudo de bom neste 2008!

Tudo ou nada ... disse...

=D Paulo Vilmar - Descobri que escrever é algo muito gostoso, aprendi e parece que ñ paro rs ...
Melhor ainda é escrever para pessoas sensiveis e amantes da escrita como vc.
Grande grande abraço