quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Renovo ..


O sentimento de derrota cresce com o pulsar meu peito
Sinto as forças me abandonarem
Saio, deixo a chuva me molhar
E com a água desta chuva me broto do solo árido
Refaço-me e ressurjo por entre as pedras do meu caminho
Volto a ser tudo que um dia fui por excelência
Sem questionamentos nem lamentos
Sem arrependimentos do passado
Novamente corro, vivo por mais um dia
E de alegria transbordo
E assim volto a ser novamente criança
Feliz simplesmente por existir



Luciano Fabre

18 comentários:

Fernanda Perrú disse...

banho de chuva sempre recarrega as forças, não é?!?!?isso me lembra minha infância também, quando não tinha medo de me molhar com a água gelada da chuva. momentos bons...

bjks!

Ludmila Prado disse...

que bom, bom mesmo que se sente assim, se sente?
ah! que vontade de tomar banho de chuva, de poder ser quem eu sou,
1º me descobrir, e voltar a ser criança.


meu post, nem sempre são sobre mim, esse por exemplo não é, e sou muito fraca pra tirar minha própria vida, e creio que os suicídas "ñ herdarão o reino dos céus" como você disse, + gosto de pensar que todos tem um lugar bom reservado, todos, mesmo que em outra vida já fizeram coisas muito ruins, e mesmo assim merece o perdão. ( ah! esse é um assunto pra da e vender e as opniões são bem diversas)

que bom saber que posso contar com vc, que está aqui, ou aí, quando precisar, ( espero que seja verdade ) pode contra comigo tb tah, serio mesmo, pra falar de tudo, add msn, ludmilaprado@hotmail.com
beijos

Tudo ou nada ... disse...

;o) Fernanda - quando se é criança tudo é maravilhoso, até mesmo ficar molhado o dia todo de tanto correr na chuva rs.
Bjos


=D Ludmila - com certeza me sinto assim, é bom demais...ufaaa! menina assim vc me mata do coração hein! ve se quando for escrever algo assim, avisa que ñ é sobre vc, q susto... rs

Paulo Vilmar disse...

Luciano!
Estás chegando, a cada poema, mais perto da gênese da felicidade, a simplicidade de ser feliz...
Não paso um dia sem te visitar...
Abraços.

Tudo ou nada ... disse...

;o) Paulo Vilmar - Fico super feliz de saber que gosta de estar sempre aki na nossa casa, afinal de contas, o q faço é por puro prazer e dedicação aos amigos.
Obrigado por ser mais um destes amigos que tanto gosto.
Grande abraço

.linny disse...

ei escreve um livro me convida pra ter a honra de ele ser autografado?


te adoro.

M.Cesar disse...

Grande Luciano (já me sinto íntimo para chama-lo pelo nome)...gostei bastante do post...é ótimo que a gente possa ter sempre um momento Fênix na nossa vida...renascendo, ressurgindo, renovando, re-inventado!! Um grande abraço amigo!!! Pro alto e avante !!! hehehehe

Tudo ou nada ... disse...

;o) Linny - com certeza caso eu o faça te mando um exemplar em primeira mão, quem sabe um dia ele se torna um livro raro e vc acaba ganhando dinheiro com o seu leilão rsrs.
Bjos

=D M. Cesar - fique a vontade em me chamar pelo nome, afinal de contas é por ele que eu atendo mesmo rsrs. Rapaz eu me achei o super homem agora com este "para o alto e avante" rsrsr ...
Abraços

R Lima disse...

A aceitação do todo nos leva a uma órbita de puro conhecimento onde os devaneios soltos se cristalizam e permitem só vermos o real.

Não por acaso voltamos ao antes e como crianças nos reconstruímos.

Abçs meu caro,




Texto de hoje: SeR...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

M.Cesar disse...

Oi Luciano...passei soh pra desejar um otimo final de semana pra vc, super homem!! hahahahahahaha

Maria Flor disse...

Ai ai ai Lu!

Tudo o que eu queria era ter tomado um banho de chuva nesta última semana, que lavasse a minha alma e levasse toda a dor que me aprisiona e me angustia!

Mas se tiver um livro seu, com essas palavras doces, mesmo quando o abismo parece tão perto, eu quero sim um exemplar!



beijocas!

Alma de Poesia disse...

Adorei! Um texto belíssimo e puro. Parabéns pela sensibilidade poética. Um abraço

Tudo ou nada ... disse...

;o) R. Lima - vc é um cara muito legal, curto pra caramba o q escreve.
Obrigado por estar sempre por aqui
Abraços

=D Maria Flor - nada te impede de tomar este banho de chuva, sinta-se novamente criança e espante seus maus espiritos com um longo e gostoso devaneo na chuva. Isso é bom e faz bem rs.
Quanto ao livro, quem sabe um dia né!
Bjão

:o) Alma de Poesia - muito obrigado pelo elogio e certamente foi um praser recebe-lo de alguém que curte e parece entender muito disso... poesia é algo fascinante, algo que consegue unir mundos.
Abração

Ludmila Prado disse...

valeu pela força, vou conseguir sim, um dia melhora.
'..pensamento possitivo..'
[ah! tenho que ter, + é foda]

beijo

Tudo ou nada ... disse...

;o) Ludmila - foda é ñ ter mais uma vida pra cuidar, então se apegue na q tem pq provavelmente ñ terá outra minha linda.
Bjos

Renata Emy disse...

Lú querido!

Te deu mais um prêmio p/ aumentar sua coleção!

http://renataemy.blogspot.com/2008/01/poesia-e-prmio.html

Bjim moço!

T+

Renata Emy disse...

Ops!

DOu***

_Eu_Alexsander_O_professor_ disse...

Amigo, saudades...
Espero que seu inicio de 2008 esteja sendo aproveitado e que Deus abençoe vc e sua mãe da melhor forma possivel.
Não sei expressar o quanto vc é um cara especial pra mim...
Dê uma passadinha no meu blog quando puder pois depois de uns dois meses parado resolvi voltar a postar, rsrsrsrsrs. Grande abraço e otima semana