quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Sonhar


Mais uma vez a solidão me assola
Persegue-me a tristeza e a solidão
Não vejo mais uma luz no fim do túnel

Vejo apenas o que não gostaria de ver
O esquecimento doe tanto quanto um punhal rasgando minha carne
Dor de não saber ser feliz
De não saber fazer feliz

Quero a cura para esta dor
Cura para os males da alma
Não quero mais sofrer só por sofrer
Quero solução para esta dor

Minha solução seria você
Mas tornou-se problema te querer
Meu antídoto não existe

Existe apenas o “por que”
Porque existo, porque te amo, porque sofro
Porque a dor não me abandona
“Sonho” te quero de volta


Luciano Fabre

7 comentários:

linny disse...

uhhhhhhh parabens pelo blog, começou agora??

mas ta muito bem..

abs

linny disse...

super obrigada...
e ainda mas pelas palavras...

posso likar vc?

Alice disse...

caraca!
Essa foi f hein!
Beijos meu sumido!!

Tudo ou nada ... disse...

;O) Linny - muito obrigado pela visita e pelo incentivo. Seja bem vinda aqui na nossa casa e se faça presente sempre. Já te linkei ok?!

Bjão

;> Alice - meu amor eu sou f..dinha né rsrs, brincadeira. Estou sumido pq esta tendo um festival de teatro aki em Vix, é só acaba por volta das 23h, então já viu né.Mas pode deixar q ñ te esqueci.

Bjos

teo netto disse...

solidão, por vezes triste, em outras produtiva. bom pra refletir. mas nada melhor do que uma boa companhia num domingo de chuva.

otimo texto! de novo!

parabéns

Tudo ou nada ... disse...

:) Teo - é verdade cara, muitas vezes chega a ser desejada mesmo, mas tem hora q um cobertor de orelha é muito bom rs.
Abração

Sandra Leite disse...

"Há tempo pra tudo"...

Luciano, deixe um meme pra você lá no Isso é Bossa Nova...beijokas