quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Querer


Quero amar incondicionalmente
Usufruir da vida cada instante que me oferece
Respirar lembranças e amores vividos e imaginados
Conviver intensamente com a alegria
Compartilhar a euforia e a amizade
Ver em teu semblante o sentimento de gratidão e desejo
Enxugar dos teus olhos toda decepção
Viver-te só um instante para poder quem saber voltar a ser eu

E finalmente ser feliz

Luciano Fabre

16 comentários:

Ludmila Prado disse...

ti achei você num blog aqui
ti linkei tudo bem?

nada como amar se entregar viver intensamente...

bjo

Alice disse...

Gato!!
Eu quero isso tudo que vc escreveu!!
Um pouquinho difícil né?rs
Te adoro muitão!!
Te amo!
Beijos!!!!

a calma alma má disse...

Amor incondicional, amor incondicional, amor incondicional.
Meu mantra diário, pra ver se não me esqueço de reviver as lembranças, viver o momento e sonhar o futuro apenas por mim.
Afinal ser feliz depende só de cada um de nós né mesmo?
Beijos querido!!!!!

Ludmila Prado disse...

valeu por comenta lá no meu blog.
voltarei sempre

bjo

Tudo ou nada ... disse...

0) Alice - Querer na maioria das vezes tbm é poder, então vamos correr atrás.
Bjos

;> Alma - Este mantra devemos entoar e praticar a cada instante ñ somente para nos lembrar q podemos e somos amados, mas tbm que podemos e devemos amar incondicionalmente.
Bjos

:) Ludmila - Vc já é de casa, fique a vontade para deixar seus comentários e sugestões.
Bjão

linny disse...

Parabensssss
adorro ler o que escreves, fico pasma, ainda quer escrever bem assim..

bju

Tudo ou nada ... disse...

:) Linny - apenas escrevo com o coração, ou seja, todos podemos escrever assim. Obrigado
Bjos

André Moinhos disse...

Gostei! Posso copiar?! rs

Abraços

Tudo ou nada ... disse...

;) André - fique a vontade cara, mi casa su casa

Abração

teo netto disse...

amor de conto de fadas sempre tem final feliz.

ótimo texto!
parabéns

Tudo ou nada ... disse...

:> Teo - temos que fazer este conto de fadas se tornar realidade meu amigo, nunca desista.
Abração

Edu Grabowski disse...

Poesia com esperança e final feliz!
Gostei, muito boa!
abraços,
Edu.

Tudo ou nada ... disse...

:)Edu - nada melhor numa sexta feira não eh!
Abração

Sandra Leite disse...

Luciano, lindo texto!!! E eu não sei porque (ou será que sei?) que lendo ouvia uma melodia de uma música que adoro, "Quereres" - Caetno Veloso.
"O quereres e o estares sempre a fim do que em mim é de mim tão desigual
Faz-me querer-te bem, querer-te mal, bem a ti, mal ao quereres assim
Infinitivamente pessoal, e eu querendo querer-te sem ter fim
E querendo te aprender o total do querer que há e do que não há em mim"

Essa melodia foi a trilha sonora do seu texto.

beijos, lindo!

a calma alma má disse...

tem meme pra você.... lá lá lááááá´
Vai lá. beijos

Tudo ou nada ... disse...

;) Alma - valeu alma, ja ta respondido e repassado rs
Bjos